Desenvolvimento de ventilador hospitalar: componente física


CANDIDATURA APOIADA NO ÂMBITO DOS APOIOS ESPECIAIS DO PV

TIPOLOGIA Projetos que se destinem a implementar metodologias de aprendizagem ativa

RESPONSÁVEL DO PROJETO Serafim Oliveira


APRESENTAÇÃO

A doença COVID-19 (vírus SARS-COV-2), impulcionou o desenvolvimento de equipamentos ao nível industrial, enquanto que ao nível académico estimulou novas práticas de ensino e aprendizagem. Nos picos de infecção há congestionamento dos cuidados intensivos, em parte, por escassês de equipamentos de ventilação invasiva. Pretende-se assim desenvolver e produzir um ventilador invasivo mecânico, a partir dos conhecimentos de engenharia e medicina dos elementos da equipa, conjugando a participação de estudantes que irão realizar tarefas de aprendizagem/aperfeiçoamento em contexto real e consolidar conhecimetos teóricos recebidos. O ventilador a construir usa três variantes: ar hospitalar controlado, ar ambiente filtrado e pressurizado por acionamento elétrico e ar ambiente filtrado e pressurizado por acionamento pneumático. Qualquer das variantes incorporará na sua linha os dispositivos adequados ao controlo eficaz das variáveis obrigatórias num equipamento hospitalar para uso nos cuidados intensivos.

EQUIPA

A equipa do projeto é composta por um conjunto de elementos de diferentes áreas científicas. Maioritariamente docentes e investigadores das diferentes escolas do Instituto Politécnico de Viseu. Contudo, da equipa fazem parte elementos de outras instituições públicas, de ensino, de investigação e hospitalares, nacionais e internacionais, e instituições privadas na área de produção de equipamentos para a indústria. 

Carlos Catorze Pereira (IPV); Carlos Chaves Silva (IPV); Carlos Vieira da Silva (IPV); João Pereira Ôlas (IPV); Miguel Lima (IPV); Nelson dos Santos (IPV); Olga Contente (IPV); Serafim M. Oliveira (IPV);

Artur S. Mateus (IPL); Cândido Roque Ferreira (Tojaltec); Carlos Martins (ESEO Dijon Grande École D’ingénieurs); Luís Patrão (CHTV); Licinio Pereira (CHBV); Manuel Oliveira (USFFA); Petra Costa (CMM);

RESULTADOS ESPERADOS

Este projeto visa a criação de um modelo mecânico e invasivo que permita simular todas as variáveis e funcionalidades ajustadas aos requisitos de um paciente em condição de insuficiência respiratória grave aplicando um modelo de aprendizagem activa. Pretende-se ainda que os alunos envolvidos neste contexto de aprendizagem activa, consolidem os seus conhecimentos, nas diferentes áreas de engenharia e medicina e que lhes seja nucleado o interesse pelos trabalhos de I&D+i. Os resultados globais esperados dependem do projeto “Monitorização e controlo de ventilador para respiração intrusiva” que decorre em paralelo.

ATIVIDADES

Actividade 1: Produção do ventilador;

Actividade 2: Caracterização funcional do ventilador;

Actividade 3: Comunicação.

CALENDÁRIO

O projeto foi criado para um período de um ano e encontra-se dividido em três atividades:

A1: maio/2021 a outubro/2021;

A2: setembro/2021 a março/2022;

A3: agosto/2021 a abril/2022.


CONTACTO: Serafim M. Oliveira (soliveira@estgv.ipv.pt)


FINANCIAMENTO ATRIBUÍDO

9.976,00 €